.mais sobre mim

Lilypie - Personal pictureLilypie Second Birthday tickers

.Quem me visita

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Março 2006

.posts recentes

. De volta.....

. A minha agenda em ....

. E lá vou eu....

. Estou me a organizar

. Estou viva... ahahah

Quinta-feira, 6 de Março de 2008

24 semanas de felicidade e precalços

Olá
 
Pois é, não tenho vindo aqui, estive de repouso e sem net. Mas cá estou eu a dar notícias.
Vou ter um Tomás. Estou de 23 semanas e já engordei 11 kg (um exagero eu sei).
Tive que estar 1 mês de repouso porque tava com o utero descido e com algumas hemorragias. Custou muito ficar sem fazer nada, mas valeu a pena.
Também tive uma gripe daquelas e a constipação ainda perdura, mas agora estou bem.
Já sinto o meu filhote e isso ajuda me a ultrapassar os medos, pelo menos alguns.
O dia 14 de Fevereiro foi particularmente díficil. Tudo andava contente, tudo andava com palavras carinhosas à minha volta porque era o dia de S. Valentim, mas para mim não. Todos esqueceram que aquele era o dia D, o dia em que o meu filho estaria nos meus braços. Sentime sozinha, isolada de todos. Ninguém falou no assunto, ninguém se lembrou porque andava eu tão triste, ninguém me deu um abraço de conforto.
É nestas alturas que me questiono, como é que as pessoas se esquecem? Como tudo passa tão rápido da memória dos outros?
Neste momento vivo a minha gravidez de forma mais tranquila, penso que ultrapassei algumas barreiras e que dia após dia acredito mais que irei ter o meu Tomás nos braços. Mas há dias tão difíceis.
Haverão sempre dias mais complicados, mas acho que consegu reunir forças para os vencer. A saudade, essa teima em estar presente, teima em magoar de vez em quando, mas aprendi a viver com ela. Afinal é uma saudade só minha, uma saudade que só eu entendo.
 
abraço a todas
Sandra
 
publicado por acreditarnodestino às 16:25

link do post | comentar | favorito
|

.links

.O que me faz voltar no tempo


MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com

.Visitantes