.mais sobre mim

Lilypie - Personal pictureLilypie Second Birthday tickers

.Quem me visita

.arquivos

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Julho 2007

. Março 2006

.posts recentes

. De volta.....

. A minha agenda em ....

. E lá vou eu....

. Estou me a organizar

. Estou viva... ahahah

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Para ti, papá

Olá papá,

 

Como não tenho blog, e a mamã não me deixa criar um, porque diz que eu sou pequenino, vê lá tu..., pedi-lhe para escrever no dela. Pensei em escrever uma carta, mas não posso ir aos correios sozinhos. Por isso aqui vai.

 

Querido papá,

 

Já não te vejo há muitos dias, estou com muitas saudades tuas. Não sei onde foste, porque a mamã não me diz, mas sei que não vens a casa. Não te vejo, nem vejo as tuas coisas espalhadas no quarto ou na sala.

Tenho saudades de brincar contigo, de estar ao teu colo, dos teus miminhos.

A mamã tem andado muito triste, ela brinca muito comigo, ri-se imenso, mas vejo no olhar dela que não anda bem. As vezes dou com ela a deitar uma lágrima. Jur que não me portei mal. Mas não percebo porque ela anda assim.

Ontem fomos à sra da bata branca, eu cá não gosto dela, o meu amigo de bata branca é bem mais divertido. A amiga da mãe pô-la a chorar.  Não percebi o que lhe fez nem o que lhe disse, mas deixou-a ainda mais triste. Cá para mim ela está doente, sim porque eu só vou ao meu amigo de bata branca para ver se estou doente ou não, e a mamã saí sempre de lá a sorrir.

 

Mesmo não te vendo há muitos dias, continuo a gostar muito de ti.

 

Ah, papá outra coisa, quero que saibas que eu não quero prendas, a maior prenda que me podes dar é tempo do teu tempo.

 

Um beijinho do teu filho Tomás.

 

publicado por acreditarnodestino às 11:35

link do post | comentar | favorito
1 destino:
De sofia a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:17
Que maravilha de texto...o papá vai adorar!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Comentar post

.links

.O que me faz voltar no tempo


MusicPlaylist
MySpace Playlist at MixPod.com

.Visitantes